quinta-feira, 13 de junho de 2013

Todos vêem as pingas que eu tomo, mas ninguém vê os tombos que eu levo...

Meninas em um café Stock Image

Estava eu conversando com uma amiga, aliás eu ouvia mais do que possivelmente falava, queixas e mais queixas, reclamações, ou seja pessimismo total, bom! Todos nós temos dias terríveis, cinzas, negros, mas vamos combinar, toda vez encontrar a pessoa e o assunto ser sempre o mesmo, ui! Não dá né? Tentei acalmá-la de todas as formas possíveis tentando achar soluções, mas percebi que não queria ajuda, aí não tem santo que resolve mesmo! Derrepente ela solta uma frase: "Nossa, queria ser assim como você, tranquila, bem resolvida e sem problemas...". Como se não faltasse mais nada, minha amiga tentando arrumar um problema pra mim, aí eu digo: Todos  vêem as pingas que eu tomo, mas ninguém vê os tombos que eu levo... Esse exemplo serve para aqueles que muitas vezes acham que a vida do outro está sempre perfeita, como diz o ditado, acho que já até citei em um outro texto: (a grama do vizinho é sempre mais verde), mas tá aí um engano, os meus problemas talvez sejam da mesma intensidade ou talvez maiores que os dela, mas é a forma que os recebo e conduzo  que difere. Porque vou passar minha vida me lamentando, me queixando, exceto uma vez ou outra para desabafar, chorar em um ombro amigo, mas constantemente se torna hábito e dos mais terríveis ao modo que o outro acaba se afastando e evitando indiretamente a sua amizade. As pessoas de modo geral não gostam de negativismo, até mesmo aqueles que estão sofrendo por algum motivo adoram estar ao lado de alguém divertido, otimista que possa levantar o seu astral, mas diferente dessa minha amiga que prefere que você se lastime e tenha um problema árduo  para competir com o dela. Pessoas assim sofrem e vivem achando que estão certas e não notam muitas vezes essas atitudes. Eu me sinto comovida por ela estar assim dentro de uma bolha sem muitas expectativas, só cabe a ela ou a quem está neste momento passando por esta mesma situação tentar enxergar e estourar a bolha na qual vivem e se libertar desses pensamentos negativos. Sei que não é fácil e em alguns casos se faz necessário de ajuda profissional (Terapeuta) para lidar com essa situação, mas faça um esforço, sacode a poeira dá a volta por cima, tente que você conseguirá com mais força de vontade o melhor pra você.

sábado, 24 de novembro de 2012

Momentos Felizes




Será que existe felicidade plena? Ou apenas momentos felizes?

Você acaba de receber a melhor notícia da sua vida... A adrenalina sobe como uma montanha russa... Os batimentos cardíacos aceleram mais que carro de corrida de fórmula 1. Suor, respiração ofegante, resumindo: Tudo de bom!

Mas há quem diga que:

"Felicidade demais dá até medo..."
"Estou tão feliz que tenho medo que seja um sonho"
"Prefiro nem sentir felicidade, pois sei que ela dura pouco mesmo"
"É melhor você não ficar falando muito da sua felicidade por aí, pode encontrar alguém e roubar ela de você"
"Felicidade é pra poucos"

Sensações únicas avassaladoras que cada qual carrega em seu íntimo, seja ela como for, nunca poderemos explicá-la profundamente.

Muitos vivenciam o sentimento da felicidade ajudando, amparando. São indivíduos fortes espiritualmente e suficiente capazes de se doar.

Tem quem acredite que felicidade é um ítem de primeiros socorros, em caso de emergência, ou melhor em caso da felicidade acontecer eu tenho um kit no meu armário prontinho para me curar de certos males.

Alguns preferem sentir a tal felicidade enganando, prejudicando outras pessoas. Não acredito que possa ser classificado como felicidade, mas um sentimento de prazer ou desprazer, dignos de pena.

A felicidade plena talvez seja algo muito profundo ou distante de uma realidade, mas momentos felizes são como flores no nosso jardim. Algumas são firmes, constantes... Outras já sensíveis, delicadas, passageiras e também aquelas mais raras que possivelmente são vistas uma vez ao ano, mas se for bem tratadas perduram por muito tempo....



Significado da palavra "Felicidade":
A felicidade é um estado durável de plenitude, satisfação e equilíbrio físico e psíquico, em que o sofrimento e a inquietude são transformados em emoções ou sentimentos que vai desde o contentamento até a alegria intensa ou júbilo. A felicidade tem, ainda, o significado de bem-estar espiritual ou paz interior.